segunda-feira, 7 de julho de 2014

MUNICÍPIOS PARAENSES PERDEM RECURSOS


O Pará tem 123 municípios com recursos da União bloqueados

               Dos 144 municípios paraenses 123 estão impedidos de receber transferências voluntárias da União e de celebrar convênios como governo federal. Isso porque eles apresentam algum tipo de pendência junto ao Cadastro Único de Convênios (CAUC), mantido pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). De acordo com o levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), no dia 30 de junho 85,45% dos municípios do Pará tinham algum tipo de impedimento.
              
               A entidade ressalta que essa é uma das situações mais dramáticas dentre todas as unidades federativas.  O levantamento aponta ainda que o número de municípios no Pará inaptos a receber recursos federais ao fim do primeiro semestre de 2014 é inferior ao apontado no término do ano passado, quando o Estado liderava o ranking nacional.

               De acordo com os dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), apurados pela reportagem de O LIBERAL, os municípios paraenses somavam mais de 538 pendências no CAUC.

               Em oito casos foram verificados mais de dez apontamentos, com destaque para o município de Aveiro, que apresentou 11 pendências.

O MUNICÍPIO DE VISEU TAMBÉM ESTÁ SEM PODER RECEBER RECURSOS

               O município de Viseu, também se encontra nesta lista divulgada pelo Cadastro Único de Convênios (CAUC). Viseu apresenta quatro tipo de pendências, o que o coloca junto daqueles que não poderão receber transferências voluntárias.

               Entretanto, essas restrições não deverão impedir o município de receber os recursos oriundos do FPM nem do FUNDEB, que se tratam de transferências constitucionais, o que de certa forma assegura que o pagamento do funcionalismo municipal não sofrerá atraso, ou pelo menos o executivo municipal não poderá alegar que a falta de recursos implicará na administração dos recursos humanos do município.

               O mesmo não se pode dizer com relação à liberação de recursos para obras em andamento no município que ficarão contingenciados até a regularização dessas pendências ora  apontadas. Verificamos que algumas já estão paralisadas há algum tempo, mas a população nunca foi informada que essa paralisação vendo provocada pela falta de recursos  devido as irregularidade ora atestadas pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN).

               Dessa forma podemos concluir que a luz vermelha acendeu.        

Veja na imagem o quadro total com relação dos 123 municípios que estão na lista negra do Cadastro Único de Convênios (CAUC):


OS ENCANTOS DE VISEU

Encanto do Rio Gurupi: Por do Sol na orla da cidade de Viseu 

        Estava olhando os sites de algumas agências de turismo procurando alternativas de passeios para as férias de julho. Dando um giro pelo Nordeste recordamos de lugares belíssimos por onde já passamos, e que qualquer mortal pode escolher para um merecido descanso, que a escolha vai ser reconfortante.

        Passamos pelos lençóis maranhenses, pelo delta do Parnaiba, pelas praias de Ceará, pela Vale do São Francisco, pelo Estado da Paraíba, Segipe, todos com seus encantos; Rio Grande do Norte, cuja capital a cidade de Natal é bastante acolhedora, sempre encontrando lugares belíssimos que fariam a alegria de qualquer um. Bahia e Pernambuco dispensam comentários...

             Isso sem esquecer as belezas das nossas praias de Salinópolis, Marudá, Mosqueiro, Soure, que qualquer turista que se preze jamais pode deixar de incluir em seu roteiro de férias.

            Fazer parte da luta do grupo que acompanha a votação da matéria que permite a criação de novos municípios no Brasil, faz com que conheçamos vários distritos em Estados e municípios Brasil afora, cada um com seus encantos, e que realmente encantam...

            E essa viagem pelas páginas da internet me mostrou um Brasil encantador. Belos lugares, excelente rede de hotéis e pousadas, pessoal que trabalha recebendo os turistas cheios de orgulho por estar podendo mostrar aos visitantes o lado acolhedor de seus lugar.

         Pensamos também em mostrar aos amigos que leem as nossas postagens no facebook e no blog, algumas imagens de passeios que temos feito. São imagens belíssimas que enchem os olhos de qualquer um.

        Estávamos quase chegando ao fim de nossa viagem pela internet quando nos deparamos com uma imagem feita pelo amigo Gustavo Mendes, lá da nossa querida cidade de Viseu. Todas as belas imagens que guardava parece que foram apagadas pela imagem que mostra o por do sol visto da orla do Rio Gurupi, na cidade de Viseu.
Aquela imagem nos encheu de orgulho e tristeza, ao mesmo tempo. Orgulho por nos considerar quase filho de Viseu (o que seria muita pretensão nossa). Mas já nos basta ser visto como um grande amigo dessa maravilhosa cidade e desse grandioso município.

        A tristeza ficou por conta de saber que essa nossa cidade tem um potencial exponencial, mas que é historicamente tão desrespeitada pelos administradores que passam por aí. Nenhum até agora demonstrou a disposição de fazer de Viseu ser olhada como a primeira cidade do Estado do Pará, a primeira cidade visitada pelo Sol da manhã e não a última cidade do Estado, como é considerada por muitos, principalmente pelos seus administradores de plantão.

        Mas essa realidade pode mudar? Claro que pode. Só depende de nós!